Sobre o autor

Conheça Thêmis

Viva a diferença! 

 

Maldito machismo, 

bendito feminismo; 

tenho dito! 

 

Mas me irrito 

com o não-bonito, 

com o sem-gabarito, 

logo, fora do belo rito. 

 

Contudo, elegante, 

estonteante 

e até aliciante, 

só mesmo a mulher 

essencialmente fêmea, 

antítese perfeita do macho-homem. 

 

Porque mulher de bigode, 

nem o diabo pode 

e sequer Deus acode. 

É pior que briga de bode! 

 

Que me perdoem as bigodudas, 

as fortudas... 

Pois são absurdas! 

 

Tenho dito: meiguice e dengo 

não são para homens, senão para elas, 

que exalam tais feromônios e não há quengo 

que resista a essas belas 

da criação divina. 

 

E viva a diferença! 

Par, só de opostos! 

Porque só eles detêm a força da natural atração. 

Olao (Bsb, dez./1978)